quinta-feira, 25 de junho de 2015

Rubem Fonseca / Betsy



Rubem Fonseca
BIOGRAFIA
Betsy


Rubem Fonseca / Betsy (De otros mundos)

Betsy esperou a volta do homem para morrer.

Antes da viagem ele notara que Betsy mostrava um apetite incomum. Depois surgiram outros sintomas, ingestão excessiva de água, incontinência urinária. O único problema de Betsy até então era a catarata numa das vistas. Ela não gostava de sair, mas antes da viagem entrara inesperadamente com ele no elevador e os dois passearam no calçadão da praia, algo que ela nunca fizera. No dia em que o homem chegou, Betsy teve o derrame e ficou sem comer. Vinte dias sem comer, deitada na cama com o homem. Os especialistas consultados disseram que não havia nada a fazer. Betsy só saia da cama para beber água.

O homem permaneceu com Betsy na cama durante toda a sua agonia, acariciando seu corpo, sentindo com tristeza a magreza de suas ancas. No último dia, Betsy, muito quieta, os olhos azuis abertos, fitou o homem com o mesmo olhar de sempre, que indicava o conforto e o prazer produzidos pela presença e pelos carinhos dele. Começou a tremer e ele a abraçou com mais força. Sentindo que os membros dela estavam frios, o homem arranjou para Betsy uma posição confortável na cama. Então ela estendeu o corpo, parecendo se espreguiçar, e virou a cabeça para trás, num gesto cheio de langor. Depois esticou o corpo ainda mais e suspirou, uma exalação forte. O homem pensou que Betsy havia morrido. Mas alguns segundos depois ela emitiu novo suspiro. Horrorizado com sua meticulosa atenção o homem contou, um a um, todos os suspiros de Betsy. Com o intervalo de alguns segundos ela exalou nove suspiros iguais, a língua para fora, pendendo do lado da boca. Logo ela passou a golpear a barriga com os dois pés juntos, como fazia ocasionalmente, apenas com mais violência. Em seguida, ficou imóvel. O homem passou a mão de leve no corpo de Betsy. Ela se espreguiçou e alongou os membros pela última vez. Estava morta. Agora, o homem sabia, ela estava morta.

A noite inteira o homem passou acordado ao lado de Betsy, afagando-a de leve, em silêncio, sem saber o que dizer. Eles haviam vivido juntos dezoito anos.

De manhã, ele a deixou na cama e foi até a cozinha e preparou um café puro. Foi tomar o café na sala. A casa nunca estivera tão vazia e triste.

Felizmente o homem não jogara fora a caixa de papelão do liqüidificador. Voltou para o quarto. Cuidadosamente, colocou o corpo de Betsy dentro da caixa. Com a caixa debaixo do braço caminhou para a porta. Antes de abri-la e sair, enxugou os olhos. Não queria que o vissem assim.

Rubem Fonseca

"Histórias de amor" 
Cia. das Letras, São Paulo, 1997, pág. 09.




13 comentários:

  1. no texto eu qro saber quen eo personagem da historia,onde se passa a historia quando acoteceu a historia o que aconeeu , por que aconteceu se alguem poder me ajudar agradeço muito pois sou horrivel em enterpretaçao de texto

    ResponderExcluir
  2. BOM EU TAMBEM ESTOU TENTANDO APRENDER A FAZER INTERPRETAÇAO DE TEXTO E ESCREVER CORRETAMENTE, ESTOU LENDO ESTE TEXTO POIS A PROFESSORA DA FACULDADE PASSOU.
    EU TAMBEM ESTOU CABISMADO PARA SABER QUEM É ESSA TAL DE BETSY,BOM NAO SEI SE ESTOU CERTO MÁS ESTOU ACHANDO QUE BETSY E UM LIQUIDIFICADOR,SERÁ MESMO ISSO???? POR FAVOR QUEM ENTENDER ME AVISE

    ResponderExcluir
  3. Ola tudo bem! Pelo que eu entendi no texto besty parece ser um animal de estimação que já estava em idade avançada e teve vários problemas de saúde, e pelo autor comentar que colocou numa caixa de liquidificador, por um animal como cachorro e gato pode viver no até aos 18 anos e possível.. Pode ser não tenho certeza.

    ResponderExcluir
  4. Subentendo que é um animal, gata ou cachorra de pequeno porte. Cachorros e difícil mas não impossível ter esta longevidade, 18 anos, gatos sim!

    ResponderExcluir
  5. Como saber pelo nome de Besty,sem sombra de dúvida poderia ser um animal de estimação...Como uma macaca por viver 3ssa idade e reconhecer seu carrinho durante sua trajetória final já em estado de cubito falência total dos órgãos,mas o que chama atenção da interpretação do texto e a paciência e o cuidado que ele teve como responsável enquanto viveu em sua companhia um gesto muito bonito...parabéns ao escritor...

    ResponderExcluir
  6. Pela ilustração, que suponho seja da capa, era uma gatinha...

    ResponderExcluir
  7. Pelo que pude abstrair se trata de uma gatinha de estimação, porque os hábitos relatados no textos indicam, subentendido que se trado de felino já no fim de seus dias e que provávemente viveu muito,15 anos, por ter pertencido a um bom homem e que lhe proporcionou uma ótima vida

    ResponderExcluir
  8. pelo pré suposto do autor era uma cachorro fêmea e que estava com uma doença de leishmaniose pois o sintomas e igual que teve meu mascote

    ResponderExcluir
  9. OS DETALHES, COR DOS OLHOS, NOME E ONDE FALECEU DA A INTENDER QUE SE TRATA DE UM GATO FÊMEA.

    ResponderExcluir
  10. Sem dúvida um animal de estimação, a saber uma gata.

    ResponderExcluir
  11. Concordo que seria um animal de estimação pois iria colocar em uma caixa do liquidificador creio que humano não caberia usando a lógica

    ResponderExcluir
  12. Quais os personagens da história

    ResponderExcluir