terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Banksy / Mural de Banksy é retirado após polêmica


Comunidade inglesa quer de volta o painel /
Foto: AP



Mural de Banksy é retirado de leilão em Miami após polêmica

  • Painel desapareceu de um muro próximo a uma loja de artigos populares 
  • em Londres há uma semana

  • Peça estava avaliada entre US$ 500 mil e US$ 700 mil

O Globo, 24 de fevereiro de 2013

RIO - A obra em spray do misterioso artista de rua Bansky intitulada “Slave labor (Bunting boy)”, extraída de um muro em Londres e reapareceu em Miami, foi retirada do leilão previsto para acontecer no sábado. Ainda é um mistério a propriedade do desenho, assim como foi descolada da parede próxima a uma loja de artigos populares na capital inglesa. Além desta, uma outra obra de Bansky, não identificada, foi retirada do leilão. As peças estavam avaliadas entre US$ 500 mil e US$ 700 mil.
Frederic Thut, proprietário do Belas Artes Leilões Miami, que venderia as obras, disse que sua empresa fez "todas as devidas diligências necessárias" para estabelecer a propriedade das peças. Mas a pintura de Londres e outro mural de Banksy, no entanto, foram retirados.
"Embora não existam questões legais sobre a venda dos lotes 6 e 7 por Banksy, a Fine Art Leilões Miami foi convencida a retirar esses lotes do leilão e encaminhá-las às autoridades destas obras", escreveu Thut em um e-mail.
O trabalho polêmico foi pintado em um edifício ocupado por Poundland Stores, um varejista britânica que vende vários itens por apenas uma libra. A obra mostra um jovem ajoelhado com uma máquina de costura Union Jack bunting, a bandeira do Reino Unido — o símbolo aparece nas cores azul, vermelho e branco, enquanto o resto do desenho foi feito em tons cinza e sépia. Realizado no ano passado, em meio às celebrações dos 60 anos da Rainha Elizabeth no trono, o trabalho foi considerado um ácido comentário social, como a maioria das obras de Banksy, e desde então se tornou uma atração cultural naquela região, também conhecida como Turnpike Lane.
Como “Slave labor” chegou a Miami é um mistério. Poundland, a loja em cujo muro a obra primeiramente apareceu, afirma que não tem nada a ver com sua remoção. Enquanto isso, a casa de leilões não divulga quem é o vendedor e nem como teve acesso à obra.


http://oglobo.globo.com/cult


© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário